Como Melhorar o Relacionamento Familiar?

Muitas pessoas me perguntam porquê é tão difícil conviver com alguma pessoas de nossa família?



Em primeiro lugar precisamos saber que as pessoas de nossa família não estão reunidas neste grupo por acaso, mas olhando num contexto mais amplo, seguindo a linha dos ensinamentos VAP - corpo, mente e espírito, precisamos entender que elas se reúnem para fazer acertos. Por isso o nosso relacionamento com pessoas externas, amigos e colegas de trabalho é fácil, mas quando chega na família, começam as discordâncias, os atritos, a picuinhas e divergências de opiniões.


O que precisamos entender é que o lar é um grande combustível da vida, se a pessoa estiver realmente feliz no seu lar, provavelmente nas outras áreas da sua vida, ela se dará bem. Mas, quando o lar não está bem, quando as pessoas não estão bem, geram pessoas insatisfeitas, dificuldades nas outras áreas: área financeira, saúde e etc.


Esta é a primeira lição que precisamos entender: que a família se reúne para fazer acertos e, por isso pode parecer ser tão difícil o convívio com os familiares - até porque não estariam tão próximo de você. Por este motivo precisa se acertar com quem está próximo.


As pessoas da nossa família conhecemos muito bem (e isso é outro problema), porque quem você não conhece bem é mais fácil de admirar, pois você não sabe de toda a história, todos os defeitos, todos os erros cometidos.


Da sua família você conhece tudo, todas as vezes que houveram erros, que houve intrigas, todas as críticas, e por saber demais sobre todos, naturalmente você se torna mais crítico com estas pessoas. Quando isso acontece, abre-se a porta do conflito, pois se você é crítico com aquela pessoa, houve anteriormente um julgamento - através dos seus parâmetros você julgou aquele familiar. E você deixa de acreditar que àquela pessoa é maravilhosa, e começa a criar um novo conceito sobre o familiar.


E por acreditar neste pensamento que você criou, aquela característica ganha força. Exemplo: Penso que o meu pai é pão duro. Acredito nisso fortemente. E por acreditar muito nisso, meu pai se torna cada vez mais pão duro comigo. Já quando este mesmo pai está lá fora, com pessoas estranhas, ele se liberta deste julgamento e pensamento, e com isso consegue ser outro tipo de pessoa. Por isso digo, quando quiser conhecer realmente uma pessoa, busque conhecer como ele lá fora, porque no lar esta pessoa não consegue ser maravilhosa, como ela realmente é.


A melhor forma de lidar com os conflitos familiares, é olhar para os familiares com o olhar de bondade e amor, é removendo o julgamento e a crítica, e por fim, acrescentar o elogio para estas pessoas. Pode parecer difícil no começo, mas todas as pessoas tem alguma característica para ser elogiada - e se você não conseguir dizer, comece mentalizando, pode até escrever isso sobre esta pessoa. Assim o seu conceito sobre aquela pessoa vai se transformar e a pessoa também mudará com você. Este processo pode ser lento, mas quando você conseguir ver a Essência maravilhosa daquela pessoa, perceberá que esta Essência é que é verdadeira, e assim será a manifestação da pessoa com você.


Desta forma, qualquer que seja a situação de desarmonia, ela se desfará e o relacionamento familiar irá melhorar muito e logicamente a família, por inteiro irá se harmonizar e ser feliz.





0 visualização

Instituto Henrique Amaral

CNPJ 27.936.135/0001-10
Endereço comercial Av. Diário de Notícias, 200 Sala 1511 - Porto Alegre / RS

Email institutohenriqueamaral@gmail.com

Tempo estimado de entrega

  • Produtos online - entrega imediata

  • Treinamentos - envio da matrícula em 48h

  • Produtos físicos - 15 dias úteis

ATENDIMENTO POR WHATS:

Vendas

(51) 99826-2746

Secretaria 

(51) 98288-7870

Elite VAP

(51) 99310-9661 / (51) 99113-4745